Siga nossas redes sociais
Dicas, notícias, e-books e vídeos
exclusivos sobre o universo pet/veterinário.

Blog da AIC

Um Blog Animal
16 de Janeiro de 2017 | Webanimal e Pet Hub | Cães | Curiosidades | Dicas

Cuidados com os animais em dias de calor

Além da pelagem, que é como se cães e gatos estivessem usando um casaco grosso em pleno verão, estes animais não suam como as pessoas.

Eles não possuem glândulas de suor. Por isso os animais ficam de boca aberta no calor e ofegantes, fazendo com que o ar frio entre e resfrie seu corpo. Quanto mais ofegantes estão mais calor sentem.

As raças de cães muito peludas e adaptadas a invernos rigorosos sofrem ainda mais, pois além da pelagem e a falta de glândulas de suor, possuem uma camada de gordura sob a pele, para protegê-los do frio.

Mas todo esse sofrimento dos animais em dias de calor pode ser minimizado com alguns cuidados simples:

1. Deixe água fresca no bebedouro do cão. Não esqueça de trocar ou repor a água.

2. Não passeie com o animal em horários quentes. Além de sofrer com o calor, ele pode queimar as patas no chão ou piso quente. Caso aconteça do seu bichinho queimar as patas por ter corrido na rua, utilize a pomada Saralogo da AIC Soluções Veterinárias. Alivie o sofrimento do seu cão ou gato.


Clique aqui para mais informações do produto!

3. Nunca deixe o cão dentro do carro, pois o calor excessivo pode o fazer passar mal.

4. Se for necessário o uso de focinheiras para passear, opte pelas que são abertas e que permitam que o cão fique com a boca aberta em seu interior.

5. Se a raça de seu cão pode ser tosada, diminua bastante a pelagem dele durante o verão. Nessa hora é mais importante o bem-estar de seu animal do que a beleza. O cão também pode necessitar de ar-condicionado ou ventilador no verão para suportar o calor, caso esteja extremamente ofegante.

6. Fique atento ao local onde o seu cão fica durante o dia. Não deixe a casinha no sol e observe se no local há sombra para que refresque seu cão.

7. Banhos frios ajudam os cães a diminuir a temperatura em dias extremamente quentes. Mas lembre de vigiar o seu cão para que ele não mergulhe na piscina e acabe se afogando.

8. E uma última dica, mas não menos importante, é deixar seu cão em casa em um lugar tranquilo, confortável e fresco nos dias em que a temperatura for alta. Os cães não são capazes de se refrescar tão rapidamente quanto os seres humanos, e eles facilmente ficam ofegantes.

Siga estas dicas, e fique atento aos sinais que indicam que seu bichinho está com muito calor, como boca aberta e respiração ofegante, deitar-se em locais com piso frio com as patas traseiras abertas, beber muita água e procurar sempre a sombra para se deitar.

E lembre-se que é preciso adequar à temperatura ambiente àquela que o animal possa suportar. Cuide do seu bichinho de estimação, e faça do verão uma boa estação para ele e para você!

Deixe seu comentário: Comentar
Gostou? Compartilhe:

Facebook AIC

Cadastre-se na nossa lista

e receba conteúdos periódicamente no seu e-mail