Siga nossas redes sociais
Dicas, notícias, e-books e vídeos
exclusivos sobre o universo pet/veterinário.

Blog da AIC

Um Blog Animal
09 de Junho de 2017 | Curiosidades | Dicas

O aumento da população felina nos lares

No Brasil, há hoje 52,2 milhões de cães e 22,1 milhões de gatos criados em domicílio, segundo dados da Pesquisa Nacional de Saúde, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Os cães estão presentes em 28,9 milhões de residências, o que, em termos percentuais, equivale a 44,3% dos domicílios do país, e muitos brasileiros criam mais de um animal.

A população média é de 1,8 animal. A presença de cachorros é mais frequente em residências rurais (65%). Nos lares em área urbana, o percentual cai para 41%.

Menos presentes no país, os gatos estão em 17,7% das residências, ou 11,5 milhões. A densidade populacional é semelhante à dos cachorros, de 1,9 gato por domicílio que possui o animal.

A população de gatos no Brasil é a segunda maior em todo o mundo e está perto de se igualar a de cães. A expectativa da Abinpet é que, em sete anos, a população de gatos se iguale a de cães. Haverá um gato para cada cachorro. A opção por ter um felino como bicho de estimação cresce de forma tão significativa no país, que tem incentivado a existência de clínicas veterinárias exclusivas para o atendimento a esses animais. Diante dessa mudança, o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) faz um importante alerta: garantir a saúde e o bem-estar animal deve ser o pensamento inicial de quem tem ou pensa em ter gatos.

São várias as razões pelas quais as famílias brasileiras têm optado pelos gatos, que vão desde sua adaptação fácil a lares menores e o próprio perfil desses felinos, mais independentes e autossuficientes.

A preferência pelos bigodudos vem crescendo pois eles são autossuficientes, os gatos se adaptam às nossas rotinas (ou falta delas) atribuladas, e com o tempo escasso. Eles são naturalmente limpos e adaptáveis aos pequenos ambientes, mais silenciosos e muito, mas muito carinhosos.

Independentes e muito carinhosos, os gatos têm um jeito único de demonstrar amor: passam a maior parte do dia dormindo e grande parte deles pode ficar horas passeando pela vizinhança, mas são extremamente apegados aos seus donos e exigem deles atenção e mimos. Não é à toa que eles vêm cativando mais e mais pessoas.

A convivência entre esses felinos e os seres humanos pode ser pacífica, saudável e satisfatória para ambos os lados. Para isso, informe-se. Converse com um médico veterinário para entender o universo dos gatos, garantindo, assim, sua saúde e bem-estar.

Dicas

Apesar de ser animais mais independentes e demandar menos trabalho, os gatos também precisam de cuidados, assim como os cães;

- Banhos periódicos com produtos adequados e específicos para gatos;

- Controle da saúde com medicamentos contra pulgas;

- Alimentação adequada;

A MATACURA já desenvolveu o que há de melhor no segmento de produtos para gatos, aguardem para o lançamento! EM BREVE.

Fonte: ABINPET

Deixe seu comentário: Comentar
Gostou? Compartilhe:

Facebook AIC

Cadastre-se na nossa lista

e receba conteúdos periódicamente no seu e-mail